18 de março de 2017

Dave Mail 41: O reencontro com os Chili Peppers - e algo inédito sobre "The Zephyr Song"

Em uma conversa com a JFeffects, Dave Lee conta como foi a experiência de assistir um show do Red Hot Chili Peppers na plateia, após tantos anos de trabalho com a banda. 


Dave Lee foi assistir a última das três apresentações dos Chili Peppers no Staples Center, em Los Angeles, no dia 10 de março. Ele nos conta como foi rever os antigos amigos e colegas, e revela uma conversa que teve com John Frusciante sobre a composição de um dos maiores hits da banda, "The Zephyr Song".

"Eu fui ver os Peppers na última sexta-feira (10/03) em LA. Escutar aquelas canções me trouxe de volta muitas boas memórias. Bons tempos!"

"Foi ótimo ver todo mundo. Tantos velhos amigos. Aquelas músicas me trouxeram muitas lembranças. "Zephyr Song" principalmente. Haviam principalmente duas músicas que eu tocava quando eu passava o rig do John para ter certeza que o som estava bom. Eu tocava o começo do primeiro verso de "Can't Stop", para escutar a agressividade do som, tocando as cordas com força. E eu tocava as primeiras notas de "Zephyr Song" para escutar se os timbres mais limpos e suaves estavam certos.

Uma vez enquanto eu testava o rig, eu percebi que as três primeiras notas de "Zephyr Song" (que eu estava tocando bem devagar uma vez atrás da outra) eram as mesmas das três primeiras notas de uma música do filme "Willy Wonka e a Fábrica de Chocolate" original. Uma canção chamada "Pure Imagination". Gene Wilder canta "Come with me...". Se você escutá-la, vai ver que são as mesmas três primeiras notas. Bem, com o tempo, quando testava o rig, eu acabava tocando o começo de "Pure Imagination" ao invés de "Zephyr Song".

Um dia nós estávamos arrumando tudo para uma gravação. Eu estava testando o rig do John na sala de gravação. Eu não sabia que John estava na sala de controle escutando tudo. Ele entrou na sala de gravação com um olhar de espanto. Ele olhou pra mim e disse... "Dave... eu compus essa canção durante um período em que eu estava assistindo muito Willy Wonka! Essa música DEVIA estar na minha cabeça quando eu escrevi Zephyr Song. Uau! Eu nunca tinha percebido isso."

Foi legal ficar no meio de toda aquela multidão no Staples Center com toda aquela gente, todas dançando essa música. Sem nenhuma dessas pessoas saber o que eu sabia dessa canção. Me fez ter uma sensação que eu não estava esperando. Um sentimento de que eu tinha sido parte de algo musicalmente importante. Após o show eu falei ao Chad sobre essa sensação. Ele disse "Dave, você foi parte disso. Uma grande parte." Isso fez eu me sentir muito bem."

Além disso, Dave também comentou quanto ao encontro de um casal de fãs com John Frusciante em uma trilha no Coldwater Canyon Park, nos arredores de Los Angeles.

"Eu ouvi falar do fã encontrando o John. Um dos caras do Maroon 5 (Jesse Carmichael) mora perto do John e ocasionalmente vê ele correndo pela vizinhança. Eu fico dizendo pro Jesse pará-lo e dizer um oi. Ele nunca faz isso. Mas eu sei que ele e John iriam se gostar muito."





E finalizou:

"Eu sei que você provavelmente vai perguntar se pode divulgar essa história. Lol. Sim, você pode.

"Fico feliz que as pessoas estejam interessadas em todas essas coisas."


Confira nossa entrevista com Dave Lee: Português | English
E leia todos os Dave Mail's: Português | English

2 comentários: