12 de janeiro de 2018

Frusciante entre as 50 estrelas do pop mais "malucas" da história


A edição de fevereiro de 2007 da revista norte-americana de música Blender trouxe uma lista das 50 estrelas do pop mais "malucas" da história. O 25° lugar foi dado a John Frusciante pelos motivos abaixo citados.

Ajude a JFeffects:


Help JFeffects:



25º: John Frusciante

O Chili Pepper que perdeu o rumo... e os dentes.




História:

Em 1992, o prodígio da guitarra que tocava no Red Hot Chili Peppers saiu da banda, pois as vozes em sua cabeça lhe diziam para usar heroína e cocaína - o que ele fez, constantemente, durante os próximos seis anos, que se mudou para Hollywood Hills, e ficou tão destruído que seus dentes caíram. Em 1998, ele concluiu com êxito uma reabilitação e voltou à banda.




O momento mais louco:

Em 1997, Frusciante gravou o album solo Smile From the Streets You Hold, porque ele precisava de dinheiro, principalmente para comprar drogas.




Ele é muito louco...

"Para mim, música é...as vozes de todas as pessoas que viveram e morreram. Pelo menos as que eu estou conectado."




Lista completa:


1 - Michael Jackson
2 - Brian Wilson
3 - Axl Rose
4 - Whitney Houston
5 - Sly Stone
6 - Peter Green
7 - Syd Barrett
8 - Euronymous
9 - Ol’ Dirty Bastard
10 - Ozzy Osbourne
11 - Adam Ant
12 - Kevin Rowland
13 - Courtney Love
14 - Jaz Coleman
15 - Roky Erickson
16 - Sun Ra
17 - Jim Gordon
18 - Liza Minnelli
19 - Daniel Johnston
20 - Ike Turner
21 - Julian Cope
22 - Jerry Lee Lewis
23 - G.G. Allin
24 - Captain Beefheart
25 - John Frusciante
26 - Iggy Pop
27 - Keith Moon
28 - Wendy O. Williams
29 - Rick James
30 - Alexander "Skip" Spence
31 - Lee "Scratch" Perry
32 - George Clinton
33 - Sinéad O'Connor
34 - Lou Reed
35 - Ian Curtis
36 - Elvis Presley
37 - Arthur Lee
38 - Carlos Santana
39 - Miles Davis
40 - Serge Gainsbourg
41 - David Bowie
42 - Little Richard
43 - Mariah Carey
44 - Chuck Berry
45 - James Taylor
46 - Sid Vicious
47 - Jim Morrison
48 - R. Kelly
49 - Britney Spears
50 - Elton John

Nenhum comentário:

Postar um comentário