23 de outubro de 2019

Californication: a primeira versão da música


A primeira versão de "Californication" tocada no estúdio Daniel Lanois' El Teatro, em Oxnard, na Califórnia, em 15 de setembro de 1998:





"De volta a L. A., as músicas surgiam rápido e com fúria. Exceto uma. A primeira canção em que John [Frusciante] e eu trabalhamos, mesmo antes de reunirmos na garagem de Flea, chamava-se "Californication". Escrevi a letra quando estava na viagem à Tailândia que fiz para me limpar, quando a idéia de ter John de volta à banda ainda era inconcebível para mim. Enquanto estava num barco no mar de Andaman, a melodia acercou-se, em uma dessas estruturas melódicas simples que fazem as palavras se encaixarem nela.

Mostrei "Californication" a John, que adorou a letra e começou a compor. Mas por alguma razão, apesar de existir uma música perfeita ali, não conseguíamos encontrá-la. Tentamos dez arranjos e dez refrões diferentes, mas nada funcionava. Todas as outras músicas emanavam de nós. Trabalhávamos há algumas semanas quando alguém começou a tocar um riff superesparso que não parecia com nada que já havíamos feito até então. Assim que escutei soube que era nossa nova música."
- Scar Tissue - Anthony Kiedis, pág. 294




"De volta ao estúdio, as coisas iam bem, mas a música que era mais importante para mim era a que menos importava para os outros. Tratava-se de "Californication". Todos diziam: - Temos 25 músicas gravadas, não precisamos de outra.

Continuei a dizer a John que precisávamos terminá-la. Enquanto isso, a sessão se dissipava e só tínhamos mais alguns dias para gravar. Nos últimos momentos, John entrou correndo no estúdio e disse: - Terminei! Tenho "Californication"!

Ele se sentou e dedilhou uma combinação esparsa mas perturbadora de notas. Era tão diferente de tudo que havíamos tentado para essa música que quase não consegui ouvir. Então ele começou a cantá-la e ficava quase no limite do alcance da minha voz, mas era viável.

Ele ensinou Flea e Chad, ensaiamos umas duas vezes e gravamos."
- Scar Tissue - Anthony Kiedis, pág. 304




"Durante Californication, The Cure foi uma das minhas bandas favoritas. Especialmente na canção 'Californication', eu estava deitado ouvindo The Cure e Anthony teve essa ideia de vocal que estava rondando, que eu não conseguia conceber o que colocar por trás nos acordes, e eu estava ouvindo essa musica, esqueci como se chama [aparentemente "Carnage Visors"], que dura meia hora e são 25 minutos de instrumental que eles fizeram na mesma época do terceiro álbum, não consigo lembrar o nome mas se você ouvir, soa como 'Californication' (cantarola algumas notas). São notas diferentes mas o mesmo ritmo, o mesmo sentimento."




"A música mais difícil [do álbum Californication] foi "Californication". Anthony escreveu essas palavras antes. Geralmente escrevemos as músicas e melodias, e ele escreve a partir disso, mas ele fez uma viagem e viu como o mundo era "californizado" - o que é a influência global hollywoodiana no mundo. Tentamos criar uma música para essa letra. Mas não estava funcionando - nada estava funcionando até que chegamos no estúdio um dia e John a compôs. Depois disso, quando nós nos juntamos a música ficou pronta muito rapidamente."
- Chad Smith - An Oral/Visual History




Para ouvir a sessão completa no estúdio Daniel Lanois' El Teatrem 1998: Teatro Session - Red Hot Chili Peppers

Nenhum comentário:

Postar um comentário