17 de julho de 2016

1955 Fender Stratocaster

A segunda guitarra favorita de Frusciante, ela é uma Stratocaster Sunburst em dois tons, com escala em maple - ela possui captadores Seymour Duncan SSL1. Ela é usada nos Chili Peppers em canções como "The Zephyr Song", "Scar Tissue" e "Dani California".


De acordo com a Ground Guitar o número de série dessa strato é 6793.

Modificações:

- Captadores Seymour Duncan SSL1
"Minha '55, eu comprei de um especialista, que insistiu que eu a abrisse para ver se os captadores eram originais. Ele e as pessoas da loja pensavam que eles eram originais. Então, anos depois descobrimos que eles não eram originais e sim Seymour Duncan's SSL1."
- Vintage Guitar - Abril de 2009

- Tarraxas
Frusciante usa em todas as suas stratocasters as tarraxas Kluson.
"Eu troco as cordas de cada guitarra em cada nova apresentação. As guitarras do John são todas comuns, e eu tenho um método particular de travar as cordas na tarraxas Kluson."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Guitarist Magazine (UK) - Junho de 2003

- Straplock
"Em todas as guitarras são usadas as correias pretas Levy's e o straplocks da Schaller."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Guitarist Magazine (UK) - Junho de 2003

Citações sobre a Fender Stratocaster de 1955:

"[No álbum Californication] Eu toquei principalmente com uma Fender Stratocaster de 1956, ou '55 ou algo assim. Ela tem o braço de maple e é realmente uma boa guitarra. Na verdade, quando eu comprei, um especialista em guitarra que estava comigo insistiu que os captadores eram originais, e as pessoas na loja pensavam que eles eram originais, mas depois que acabei de gravar o álbum eu levei para o cara que presta assistência nas minhas guitarras e ele disse que ela não tinha os captadores originais e que os captadores que nela estavam eram Seymour Duncan's que tinha sido feito para soarem como os captadores originais. Mas o som da guitarra soava bem, e isso é o que eu usei para a maioria das bases."
- Australian Guitar Magazine (AUS), 1999


"Eu usei uma Stratocaster '55 para a maioria das faixas básicas."
- Guitar One (USA), Setembro de 1999

"[Em "Scar Tissue"] Foi minha Strato '55 com braço de maple - a maioria das bases foi gravada com essa guitarra. Creio que liguei-a ao Showman, porque o Marshall não era limpo o suficiente."
- Guitar Player (UK), Setembro de 1999

"[Em "Get On Top" é] a de 55. É a que tem o melhor braço para tocar. Para a turnê, esta e uma Strato '62, com braço de rosewood."
- Guitar Player (UK), Setembro de 1999

"Aquele timbre de delay pesado [em "Savior"] é da minha Strato '55 com um Micro Synth da Electro-Harmonix e um 16 Second Delay."
- Guitar Player (UK), Setembro de 1999

"[Em Dani California] Usei um timbre direto de Strato na primeira parte da primeira estrofe. Na segunda parte, o sinal da guitarra é dividido e colocado em estéreo, com o som original à esquerda e o processado com o meu sintetizador modular Doepfer, à direita."
- Guitar Player, Novembro de 2006




CURIOSIDADE:

Embora essa strato seja quase idêntica as produzidas entre outubro e dezembro de 1954, o modelo 1955 é um pouco mais refinado. O processo de produção foi melhor, e as produzidas em 1955 tendem a ser muito mais leves no peso e mais confortáveis para tocar do que as 1954.

Acredita-se que em 1955 a Fender só produziu 452 guitarras iguais a essa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário