1 de setembro de 2017

"Eu gosto de ler o que está no ar" - Janeiro de 2001

Eu sempre imaginei porquê, quando você toca ao vivo, você nunca respeita as melodias que estão na gravação. Eu acho isso ótimo. Você nunca respeita os solos, os riffs... Em lugares diferentes, você toca cenas diferentes da mesma canção.

"Sim. Porque eu gosto de ler o que está no ar, no lugar onde estamos tocando naquela noite. Se o Chad coloca uma certa nota em algum lugar diferente, isso me faz colocar uma nota em algum lugar diferente, 20 segundos depois, porque eu tenho que me equilibrar com o que ele fizer e com o que estiver no ar, e com o que a plateia estiver fazendo. Existem todos esses elementos quando você está no palco, que você pode equilibrá-los e responder a eles. Eu acho que seria uma pena subir no palco e tocar exatamente a mesma coisa todas as noites. Para mim, cada noite é diferente. Tocar a mesma coisa sempre, seria bobagem. Para mim, as coisas no ar são tão diferentes a cada noite. Eu tenho que tocar junto com essas coisas, sabe."


Fonte: Much Music (Argentina) - Janeiro de 2001
Tradução: Pedro Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário