24 de agosto de 2018

Frusciante Collection 22: Shadows Collide With People




Você pode perguntar a qualquer fã de John Frusciante. O disco de hoje, sem sombra de dúvidas, figura entre os melhores álbuns da carreira do artista. Trazemos hoje à sessão Frusciante Collection o disco Shadows Collide With People!

Começando pela ficha técnica do álbum, é importante salientar que as suas músicas foram escritas enquanto John estava na turnê para divulgar o disco By The Way dos Chili Peppers, tendo a sua gravação se dado no ano de 2003, no Cello Studios, em Hollywood-CA e seu lançamento no dia 24 de fevereiro de 2004.

John afirmou que até então, aquele teria sido o seu álbum mais caro, em razão de o mesmo ter desembolsado a quantia de US$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil dólares) para a sua produção. A alegação é válida, tendo em vista que seus álbuns anteriores (Niandra Lades & Usually Just a T-Shirt, Smiles From The Streets You Hold e To Record Only Water For Ten Days) foram gravados em sua residência, com dispositivos de gravação multitrack. Em entrevista, Frusciante disse que estava doente e cansado das pessoas que consideravam seus registros como sendo fodidos e amadores.

Para a gravação, John contou com a ajuda de seus companheiros de Red Hot. Chad Smith tocou as baterias do álbum, enquanto Flea ficou responsável pelo baixo em The Slaughter. Além disso, o álbum tem a participação de Josh Klinghoffer – nos backing vocals, baixo, guitarra, sintetizadores, teclados, piano, Mellotron (tipo de teclado eletromecânico), Synare (tipo de bateria elétrica), vocoder (sintetizador), percussão, tímpano (tipo de instrumento de percussão) – Omar Rodríguez-López, Greg Kurstin e Charlie Clouser.

Começando os trabalhos pelo CD, trazemos primeiramente a sua versão americana (convencional). Diferente dos outros trabalhos de John lançado em 2004, cujas as capas dos CDs eram em formato digipack, este álbum apenas foi disponibilizado em jewel case (capa de acrílico). Eis as fotos:











Similar à versão acima, trazemos agora o CD japonês. Nesse formato, o álbum possui as mesmas características da sua versão convencional, exceto pelo fato de estar incluso o OBI, um encarte extra com tradução das faixas para a língua japonesa, e o principal: a faixa bônus “Of Before”: Seguem as fotos:












Mais raro ainda que o CD japonês de Shadows Collide With People, está a sua versão em vinil. Sua tiragem foi extremamente limitada, e até o momento, não há previsões de novas prensagens do LP pela Warner Bros. Uma cópia do álbum chega a custar aproximadamente o valor de R$ 1.900,00 (mil e novecentos reais) em conversão direta, sem contar com o frete e as taxas de importação:













Shadows Collide With People é sem dúvida um dos melhores trabalhos de Frusciante. Vale lembrar que o álbum não foi disponibilizado em fita cassete. Dessa forma, deixo vocês com a foto de todas as mídias apresentadas aqui:

 
Curtiu essa publicação? Deixe o seu comentário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário