17 de julho de 2016

Ibanez WH-10


O WH-10 foi lançado pela Ibanez em 1987 e relançado posteriormente duas vezes [em 1993 e 2009]. Apenas com um knob de profundidade (que permite controlar a intensidade do efeito) e uma chave para alterar as frequências do pedal para ser usado na guitarra [350Hz a 2.2kHz] ou no baixo [175Hz a 1.1kHz] ele se tornou um pedal wah extremamente versátil e com uma possibilidade ilimitada de sons. Ele ainda possui uma saída Dry Out - que sai sem o efeito do pedal - e opera pelo circuito op-amp (Operacional Ampliflier) que possibilita um sinal de saída ideal para que o ganho do efeito não diminua quando o pedal é acionado.

AS TRÊS VERSÕES:

Ibanez WH-10 V1 - A primeira versão foi fabricada entre 1987 e 1993 - com carcaça de plastico na cor cinza e com o logotipo verde - foi fabricado no Japão.

Ibanez WH-10 V1/2* - A segunda versão (feita para substituir a primeira versão) foi fabricada entre 1993 e 1996 - com carcaça de plastico na cor preta e com o logotipo roxo - foi fabricada no Japão. Essa versão possui uma modificação (só que até o momento não encontramos informações sobre isso) e foi lançada para corrigir esse problema notado pelos usuários do pedal V1.

Ibanez WH-10 V2 - A terceira versão foi fabricada entre 2009 e o final de 2011 - com uma modificação na carcaça que agora foi feita de ferro na cor cinza e com o logotipo verde - esse pedal foi lançado como uma reedição da primeira versão só que agora fabricado na China. Segundo os críticos, as modificações não ficaram somente na carcaça do pedal - como foi dito pela fabricante - mas também nas peças usadas, que foram de baixa qualidade, para baratear os custos.


IBANEZ WH-10 - POR: JOHN FRUSCIANTE

"Quando eu entrei nos Chili Peppers pela primeira vez, a Ibanez foi bem legal e me deu o pedal de wah junto com duas ou três guitarras. Eu toquei as guitarras por um tempo mas a banda - e com isso estou falando do Anthony e do Flea - foram totalmente contra, e então quando eu passei a tocar as Stratocasters da Fender, eu destruí as guitarras Ibanez no palco só pra deixar eles felizes - mas eu definitivamente guardei o pedal de wah!"
 Music Aficionado - Barry Cleveland - Setembro de 2016

Popularizado por John Frusciante em 1988 quando entrou para os Chili Peppers - esse wah se tornou sua marca registrada. Usado na gravação de Mother's Milk e BSSM em sua primeira versão (V1) esse wah o ajudou a alcançar grandes timbres e foi utilizado durante as duas turnês.

"[Em Mother's Milk] Eu uso um pedal de wah-wah da Ibanez [Nota JF effects: Ibanez WH-10], porque ele tem uma gama de sons mais ampla do que os outros wah."
_
Guitar - Fevereiro de 1991
"Eu gosto desse Ibanez, porque você pode fazer ajustes sem desmontá-lo, e ele tem uma configuração de baixo que soa mais como um envelope filter do que um wah."

Guitar Player - Outubro de 1991  
"Então eu consegui o Ibanez e ele soava ótimo. Ele tem um knob de profundidade que eu quase sempre mantinha no máximo, mas que também pode lhe dar um som mais sutil e suave, e um modo Guitarra/Baixo que lhe dá graves mais poderosos no modo Baixo. Os agudos sempre são mais fortes, não importa qual configuração você use, e ele tem tanto um boost de volume quanto um boost de EQ. Acho que a primeira vez que usei o modo Baixo num disco foi em "Naked In The Rain" do álbum "Blood Sugar Sex Magik".
 Music Aficionado - Barry Cleveland - Setembro de 2016 

Em 1998 após a volta de John Frusciante a guitarra e aos Chili Peppers - ele adquiriu a segunda versão (V1/2) do pedal e gravou o álbum Californication de 1999 - e o usou na turnê de 1999 a 2001.

GP: Qual é o wah-wah na introdução de Get On Top? 
_
JF: É o pedal WH-10 da Ibanez. Eles não o fazem mais, mas é o único wah que eu uso, pois não gosto de outros.
_
GP: Qual é a diferença? 
_
JF: Os outros wah-wahs parecem cortar o volume pela metade e o timbre não é tão gordo - fica menor. Com o pedal da Ibanez, o som permanece grande, e o aparelho tem um alcance bastante amplo. Possui também uma chave para baixo ou guitarra. Em Get On Top, usei o ajuste para baixo. O solo em I Like Dirt foi tocado com a chave na posição para guitarra."
_
Guitar Player - Setembro de 1999

Para os álbuns By The Way de 2002 e Stadium Arcadium de 2006 e as turnês - John usou a primeira versão (V1). 

"Usei o WH-10 na música Don't Forget Me, mas não há tanto wah em By The Way como nos álbuns anteriores. Eu só o liguei e o mantive em uma posição aguda. Eu realmente só precisava de um pouco de wah para essa música."
Total Guitar - Agosto de 2002

"O Ibanez WH-10 é o meu wah padrão desde Blood Sugar Sex Magik. Eu não acho que há um wah melhor que ele. Quando estávamos fazendo o álbum Stadium Arcadium, havia tanto wah nas canções que pensei em usar uma variedade maior de pedais - mas não houve um que chegou perto da Ibanez. Há alguns Cry Babys que são legais, mas para mim, eles não soavam tão bons, porque eu os uso muito em feedbacks. Eu queria algo que quando eu o colocasse em uma posição, uma nota vai realimentando a outra, e quando eu o colocasse em outra posição, ele faria a mesma coisa. Somente com o Ibanez eu consegui isso, porque ele tem uma faixa de freqüência mais ampla que os demais."
_
Vintage Guitar - Abril de 2009

"E na canção "Hey" do "Stadium Arcadium" existem dois solos legais com o pedal de wah sem distorção, então dá pra escutar o som do wah puro."
Music Aficionado - Barry Cleveland - Setembro de 2016

"Também, quando eu estava nos Chili Peppers, se eu ficasse de frente pro meu microfone, mais ou menos a uns 6 ou 9 metros de distância dos meus amplificadores, geralmente eu não conseguia ter feedback, e eu tinha que andar até ficar perto dos meus amps. Mas no segundo que eu ligasse o Ibanez, eu conseguia um feedback muito forte, e eu podia mover o wah e conseguir vários harmônicos de qualquer nota que estivesse soando, dependendo de onde eu o tivesse colocado no set. Algo que Frank Zappa costumava fazer muito era manter o seu wah em uma única posição, ou movê-lo apenas levemente, só pra conseguir um certo timbre, e com o Ibanez você pode tirar uma enorme variedade de timbres mesmo mantendo-o no mesmo lugar. É o pedal de wah mais excitante que eu já tive. É claro, grande parte do meu som ao vivo era tocado por dois stacks Marshall, e isso realmente muda a forma como qualquer pedal de efeito vai responder e soar."
Music Aficionado - Barry Cleveland - Setembro de 2016

"É fácil de quebrá-lo. Por exemplo, da última vez que os Chili Peppers estiveram no Saturday Night Live, no clímax de uma canção que tocamos, eu pisava no pedal de wah para um ganho extra. Eu mantinha o pedal na posição de agudo só pra tocar bem rápido e sujo, mas eu acabei pisando muito forte e o quebrei. Eu quebrei vários deles no palco, e agora só tenho um, mas na verdade eu nem o uso mais. Nos Chili Peppers eu estava tocando como Jimi Hendrix e eu parei de fazer isso quando saí da banda."
Music Aficionado - Barry Cleveland - Setembro de 2016 

O Ibanez WH-10 também foi amplamente utilizado na sua carreira solo.

GM: Nós podemos ouvir o som de um "wah", sendo tocado nas partes importantes deste álbum [The Empyrean]... Você usa seu Pedal Ibanez WH-10, ele é o seu favorito?
_
JF: Eu usei outros pedais, mas o meu preferido é o WH-10."
_
Guitar Magazine - Japão - Fevereiro de2009 

Frusciante recentemente relatou que só possui um WH-10 e que nem o usa mais.
"É fácil de quebrá-lo. [...] Eu quebrei vários deles no palco, e agora só tenho um, mas na verdade eu nem o uso mais. Nos Chili Peppers eu estava tocando como Jimi Hendrix e eu parei de fazer isso quando saí da banda."
Music Aficionado - Barry Cleveland - Setembro de 2016 

Foi comentado em um fórum online dos EUA - algum tempo atrás - que em 2009, quando a Ibanez foi lançar a terceira versão (V2) do pedal, eles enviaram alguns exemplares da versão a John Frusciante - para ver o que ele achava dessa nova versão - e eles nunca obtiveram resposta de Frusciante. Essa história nunca foi confirmada por John Frusciante ou pela Ibanez.

Dave Lee conversou sobre o WH-10 com a John Frusciante effects:

Muitos guitarristas estão numa busca sem fim pelo timbre de guitarra do John. Em 2010, a Ibanez fez uma reedição do WH-10, “o timbre de wah dos Chili Peppers”. No entanto, essa versão V2 teve muitos problemas para alguns de seus usuários. Frusciante usava a primeira versão do pedal [o V1 cinza, feito entre 1987 e 1993, e um preto (que eu chamo de V1/2) feito entre 1993 e 1996]. Ele teve algum problema com esse pedal além da carcaça de plástico? Existe alguma grande diferença entre essas duas versões que ele usava?
"Esses WH-10 eram o meu maior problema. O principal problema era que o plástico sempre quebrava. Ele simplesmente não gostava do som da versão nova com uma carcaça de metal."
-Dave Lee, John Frusciante effects - Dezembro de 2016

Um comentário:

  1. Muito bom! Queria saber porquê Flea e Anthony foram contra ele usar Ibanez.

    ResponderExcluir