5 de janeiro de 2017

Dave Mail 3: Com tantas experiências você pensa em escrever um livro?


Ao longo de sua carreira profissional você trabalhou com inúmeros artistas - como John Frusciante e Dave Navarro que estiveram no Red Hot Chili Peppers, Joe Holmes que estave com Ozzy Obscure, e agora Adam Levine do Maroon 5 (além de King Diamonds, Faith no More - e ser creditado como técnico de baixo no álbum Under Rug Swept de Alanis Morissette). Em algum momento você pensa em escrever um livro sobre essas experiências?

Dave Lee: "Ótima pergunta.

 Um dia eu estava contando uma história do Ozzy no camarim do RHCP. Anthony tinha lançado recentemente seu livro "Scar Tissue" e tido muito sucesso. Ele disse que achava que as minhas histórias eram melhores que as dele, e que eu devia escrever um livro.

 Então eu escrevi.

 No dia seguinte eu estava em Milão, Itália (lugar muito chato para se passar o dia de folga). Eu sentei no meu quarto de hotel em frente ao meu computador e comecei a escrever. Eu nunca tinha tentado antes, e não acreditei em como aquilo era fácil. Eu comecei a escrever sobre como eu me interessei pela música quando criança. Isso fluiu até chegar na época em que eu fui baixista de uma banda de metal dos anos 80 em Hollywood. E até chegar no meu eventual trabalho de técnico de baixo do King Diamond, e daí em diante. Anthony estava certo. Era uma experiência muito libertadora. Nesse primeiro dia escrevendo, eu me via gargalhando alto, e chorando ao lembrar da perda de minha mãe que me apoiava muito.

 Eu fui muito honesto com o que escrevi. Talvez honesto demais. Quando eu estava quase no final, eu percebi que muitas das "histórias de roadie" eram histórias que eu talvez não quisesse que meus entes queridos pudessem ler (com muitas coisas que eu não tenho orgulho de ter feito). Anthony me alertou disso, já que uma das histórias do seu livro causou uma briga entre ele e o Flea.

 Mas o Anthony me colocou em contato com seu agente literário, pra quem eu enviei alguns capítulos. O agente elogiou o que eu escrevi, mas achou que muitas das histórias de pessoas famosas com quem eu trabalhei poderiam acabar com processos legais. Eu teria que ter o ok de pessoas como Sharon Osborne. O que provavelmente não aconteceria. Ele também disse que não saberia como vender um livro escrito por algum "desconhecido" (Anthony Kiedis já tem um nome).

 Então, em resumo, eu escrevi um livro que nunca foi publicado. E provavelmente nunca será. No entanto, fico feliz de ter escrito."

Pergunta por:
- Raphael Romanelli Andrade de Oliveira - Ilicínea, MG - Brasil

Confira nossa entrevista com Dave Lee: Português | English

Nenhum comentário:

Postar um comentário