1 de fevereiro de 2018

Frusciante Collection 12: Curtains


Trazemos hoje o oitavo álbum solo da carreira de Frusciante. Para vocês, Curtains!

Curtains teve as suas músicas gravadas em maio de 2004, na sala de estar da residência do artista, com lançamento previsto para o final daquele ano, contudo, dado um erro de impressão, seu lançamento foi adiado para 1º de fevereiro de 2005.

Nas artes do álbum, o artista se inspirou na obra “Aeneas and the Sibyl in the Underworld” (Eneias e a Sibila no Submundo) do pintor Jan Brueghel the Younger, como podemos ver abaixo:


Frusciante trouxe nesse álbum uma pegada mais acústica, diferentemente de seus álbuns anteriormente lançados. Além disso, outra curiosidade é que apesar de o nome do álbum ser o mesmo de uma das faixas de Niandra Lades & Usually Just a T-Shirt, ambos os discos não têm quase nenhuma semelhança.

Com relação à sua ficha técnica, o álbum contou com a participação de Omar Rodríguez-Lopez nas guitarras de Lever Pulled e Anne (essa última, junto com Frusciante), Carla Azar (bateria), Ken Wild no contrabaixo, além do próprio Frusciante nos demais instrumentos.

Quanto às mídias, Curtains foi disponibilizado tanto em LP quanto em CD. Tratando-se do vinil, o álbum foi prensado quando do seu lançamento, e reprensado em 2012 numa versão que continha um download card para baixar as canções em formato digital (essa última prensagem chega a custar a quantia surreal de R$ 1.300,00 em sites especializados). Em ambas as versões, o álbum foi disponibilizado em apenas um disco, contendo 5 faixas no lado A e mais 6 faixas no lado B:








O CD foi lançado no formato digipack e possui poucos detalhes em seu interior. Como se pode perceber, as letras no encarte foram escritas a mão por Frusciante, assim como no LP:







Enfim, pessoal, espero vocês no próximo Frusciante Collection. Deixo vocês com a imagem das mídias e o clipe de The Past Recedes, que foi filmado no mesmo espaço onde o álbum foi gravado.



Curtiu essa publicação? Deixe o seu comentário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário