27 de janeiro de 2020

Fender Stratocaster 1962 - a principal guitarra de John Frusciante


A principal guitarra de John Frusciante no Red Hot Chili Peppers é a Fender Stratocaster de 1962 na cor sunburst, que foi-lhe dada como um presente por Anthony Kiedis depois que Frusciante voltou para os banda em 1998.



"O problema principal era que John não tinha sequer uma guitarra. Então fomos ao Guitar Center e comprei-lhe uma excelente Stratocaster 1962."
- Anthony Kiedis - Scar Tissue - 2004
Possui o número de série 84153.
"Quando os caras me perguntaram sobre se reunir novamente a banda eu disse que que precisava então de uma Stratocaster. Com isso Anthony me emprestou algum dinheiro e fomos a Guitar Center e eu comprei uma '62 com a escala em rosewood - e eu a usei em praticamente todas as faixas de By The Way." 
- Guitarist Maganize (UK) - Junho de 2003




Ela foi a guitarra mais utilizada por John Frusciante no período pós-1998 com o Red Hot Chili Peppers, sendo utilizada em todos os álbuns da banda e na maioria dos seus álbuns solos. A guitarra foi amplamente usada em turnê com os Chili Peppers (com exceção da turnê pela América do Sul em 2001 que passou pelo Brasil e Argentina - e em um show em 2002) - devido ao seu uso, ela tem um desgaste constante na pintura desde sua compra.
Qual guitarra é mais importante para você, sentimentalmente?
"A Strat '62."
- Vintage Guitar - Abril de 2009
Eu gostaria de perguntar se a Strat de '62 era muito diferente das Stratocasters produzidas mais recentemente. É realmente uma guitarra muito melhor ou é só porque John gostava muito dela? 

"É aí que entram os gostos pessoais. Sou um grande fã das guitarras "Relic" da Fender Custom Shop. Eu acho elas ótimas. Mas John não chegava nem perto delas, na época. Uma vez, Louie Mathieu (antigo técnico de bateria dos Peppers/gerente de turnê) disse que ele achava que John só gostava das Strats velhas porque tinha esperança de tocar uma "em que Jimi Hendrix talvez tivesse tocado". Não acho que isso seja verdade. Considerando que Jimi era canhoto."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Dave Mail 44 - Março de 2017
 


A guitarra mantida é quase toda original, a não ser pelas modificações listadas abaixo:

- Captadores Fender American Standard

Quando comprada ela tinha os captadores originais, entretanto, Frusciante os substituiu em 1998 ou 1999. Frusciante acreditava que os novo seram Seymour Duncan SSL1 - inspirado pela descoberta do uso deles na sua Fender Stratocaster 1955 - entretanto, Dave Lee (técnico de guitarra de Frusciante na época) revelou a John Frusciante effects que na verdade eram captadores Fender os mesmo usados nas guitarras American da época.
Ele falou numa entrevista que tinha substituído os captadores da sua Strat de ’62 por Seymour Duncans SSL-1 (como em sua Strat de ’55). Exista alguma coisa além disso? Quando isso ocorreu?
"Eu me lembro de ler isso e de perceber que o John estava errado nessa entrevista (eu nunca disse isso a ele). Nós estávamos experimentando com um número de captadores diferentes na época. E ele deve ter se confundido. Os captadores que colocamos (e John nunca soube disso) eram captadores Fender de Stratocaster, novos e originais de fábrica. Os mesmos que a Fender estavam colocando em suas novas American Fender Strats, na época (aposto que você não estava esperando isso)."
-Dave Lee, John Frusciante effects - Dezembro de 2016
"Eu tinha a '62 com os captadores originais, e então eu tive a '55 com os Duncans, e o som era muito similar. As diferenças tinham mais a ver com as guitarras do que com os captadores. Eventualmente, coloquei os Duncans na '62 também." 
- John Frusciante, Vintage Guitar - Abril de 2009
"Eu não lembro da altura exata [que os captadores estavam]. Mas nada fora do comum. Provavelmente próximo da altura de fábrica."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Dave Mail 39 - Março de 2017


- Escudo


O original continha a abertura do tensor e o parafuso centralizado entre os captadores do braço e do meio. Entre abril e junho de 2003, o escudo original foi substituído por um característico das stratocasters pós-1970 (em 1963 foi o ano de transição do parafuso centralizado entre o captador do braço e o captador do meio, existindo strats com os dois tipos de escudo; e no começo da década de 1970 começou a abolição da entrada para o tensor no escudo) - possivelmente, não foi trocado apenas os captadores e a data foi posterior a lembrada por Dave Lee.
"Foi em 1998 ou 1999 que eu instalei esses captadores. Eles eram qualquer que seja o captador padrão da Fender da época."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Dave Mail 10 - Janeiro de 2016
- Tarraxas Kluson
Frusciante usa em todas as suas stratocasters as tarraxas Kluson.
"Eu troco as cordas de cada guitarra em cada nova apresentação. As guitarras do John são todas comuns, e eu tenho um método particular de travar as cordas na tarraxas Kluson."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Guitarist Magazine (UK) - Junho de 2003
- Straplock Schaller
"Em todas as guitarras são usadas as correias pretas Levy's e o straplocks da Schaller."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Guitarist Magazine (UK) - Junho de 2003




Em toda sua segunda estadia no Red Hot Chili Peppers, Frusciante utilizou D'Addario XL - .10 (substituindo a corda E aguda por uma .11).
"Eu uso cordas D'Addario .010 nas minhas guitarras principais, com elas numa altura nem alta nem baixa. Sempre que eu toco uma guitarra com cordas muito baixas, não parece ter muita diferença entre quando eu toco com muita força ou muito suave - o corpo vibra menos. Eu imagino que se eu tocasse as cordas com menos força, provavelmente eu me daria bem com cordas mais baixas. Mas eu vou de extremos, de tocar a guitarra bem suavemente até bem forte, e também existe uma diferença no som entre pressionar a corda com força ou não."
- Vintage Guitar - Abril de 2009
"Nós colocávamos uma .11 na corda mi aguda nas outras guitarras para que eles quebrassem menos. E funcionava... na maioria das vezes. Na '62 e na Tele, eu trocava as cordas pra cada show. As outras podiam passar dois ou até três shows sem trocar porque elas só eram usadas em uma ou duas canções."
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Dave Mail 02 - Janeiro de 2017
"O tremolo estava colocado a cerca de 1/16 avos de uma polegada na parte de trás (pendendo em direção ao braço). Assim ele podia aumentar um pouco se quisesse." 
- Dave Lee (técnico de equipamentos de John Frusciante) - Dave Mail 94 - Junho de 2017




Em maio de 2016, a Fender disse que uma signature dessa guitarra poderia ser uma possibilidade no futuro. Com a volta de Frusciante ao Red Hot Chili Peppers, as expectativas quanto a isso aumentam. Apesar de que a Fender já havia oferecido um modelo signature para John Frusciante e a oferta tinha sido negada. Por mais honrado que John tenha ficado, ele ficou preocupado em não poder usar suas guitarras antigas nos palcos ao redor do mundo.
"Eu adoro vintages, especialmente guitarras. O pessoal da Fender me perguntou se eu gostaria de ter minha própria signature. Eu me senti muito honrado mas eu recusei. Essas guitarras antigas são perfeitas. Fiquei preocupado em não poder usá-las mais." 
- Guitar Magazine (Alemanha) - Abril de 2002



Dave Lee também tentou convencê-lo a tocar com as réplicas da Fender, mas Frusciante gostava da "vida" de seus instrumentos. Dave até chegou a fotografar a Stratocaster de '62 para mandar para a Fender Custom Shop que a pedido de um cara chamado Jake (que trabalhou com a banda em estúdio) iria fazer uma réplica, entretanto essa réplica nunca foi construída.
Dá medo ver o John tocando seus instrumentos antigos com tanta força, todas as noites? 
"Fico tentando convencer o John a tocar aquelas réplicas de guitarra que a Fender faz, mas ele gosta da "vida" que os instrumentos antigos têm: a histórias que eles têm e tudo o que já tocaram. Mas Flea tem um baixo daqueles Jaco Pastorius, que é uma réplica. Cada pedacinho dele é igual ao original. 
Enviei à Fender Custom Shop (Loja de Personalizações da Fender) algumas fotos da Stratocaster ano 1962 do John, pois há um cara chamado Jake que trabalhou no estúdio conosco, e que queria uma guitarra igual àquela. Então, ele queria que a Fender fizesse uma pra ele. Pra mim, parece um belo modelo a se construir."
- Dave Lee, Guitarist Magazine (UK) - Junho de 2003
Você disse uma vez que tinha tirado algumas fotos da Stratocaster de ’62 para um cara chamado Jake, que iria encomendar uma guitarra exatamente igual na Fender Custom Shop. Você ainda tem essas fotos? Você as disponibilizaria para o público? 
"Sinto muito. Eu não tenho a mínima ideia do que aconteceu com essas fotos. E a Fender Custom Shop nunca realmente chegou a produzir a 'réplica da Strat do John'."
- Dave Lee, John Frusciante effects - Dezembro de 2016



 

John Frusciante a utilizou ao vivo pela última vez em 10 de julho de 2010, em uma apresentação com o Swahili Blonde que marca sua última apresentação ao vivo até a data.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...